Logo by Jung Ilhoon

Publicado: 18 de agosto de 2014 em Sem categoria

Explicação do logo: em cima da cabeça da coruja está escrito “no one is smarter than a owl” com letras gregas. Pra quem não sabe a coruja é o símbolo de Athena, a Deusa grega da sabedoria, e era considerada, pelos gregos antigos, como uma “representante” da sabedoria e da clarividência, por isso coloquei as letras em grego, mas deixei escrito em inglês porque essa frase ficaria muito grande se fosse realmente traduzida para grego, então prejudicaria a estética do logo.

Espero que gostem.

 

by: Jung Ilhoon

PS: para melhor visualização da imagem: https://twitter.com/WRPIlhoon/status/501194680844177409/photo/1

A Coruja-das-neves ou Coruja-do-Ártico

Publicado: 12 de agosto de 2014 em Sem categoria
Hoje vamos conhecer um pouco melhor a: Coruja-das-neves ou Coruja-do-ártico 
 
Ordem: Strigiformes
Família: Strigidae 
 
Distribuição e Habitat :
Encontra-se na tundra, habitando as regiões geladas como a parte norte dos Estados Unidos, Canadá, Alasca, norte da Eurásia, além de regiões do Ártico. No inverno, migram longas distâncias para sul.
Identificação:
De olhos amarelos, este lindissimo pássaro de plumagem branca e bico preto é facilmente reconhecível. A coruja-das-neves mede entre 53 e 65 cm de comprimento, com uma envergadura entre 1,25 e 1,50 m. Podem pesar de 1,8 até 3 kg, é uma das espécies mais pesadas. Apresentam dimorfismo sexual, o macho adulto é virtualmente branco puro, enquanto a plumagem das fêmeas é ligeiramente mais escura.  
 
 
 
 
As crias eclodem cobertas de uma penugem branca, que, após dez dias, escurece para um cinza que fornece melhor camuflagem. O bico da coruja-das-neves, grande e afiado, é preto e é parcialmente escondido na penugem, possuindo uma forma arredondada. 
 
 
 
 
As asas grandes e largas permitem à coruja-do-ártico voar rente ao solo ou acelerar em perseguição das presas. As garras compridas e curvas permitem-na capturar e matar as presas. A plumagem densa que cobre as patas protege contra o frio.
 
 
 
 
Hábitos e Alimentação:
A coruja-do-ártico é uma ave solitária, silenciosa e tímida. Mas, na primavera, cada par que acasala reclama para si um território de caça por meio de guinchos que podem ser ouvidos até 10 km de distância. Durante a época de acasalamento, esta coruja torna-se agressiva quando se sente ameaçada. Na estação quente, a coruja regula a temperatura estendendo e batendo as asas. 
 
 
 
 
Caça principalmente durante o dia. Os ouvidos da coruja, escondidos debaixo de uma plumagem intensa, permite-lhe ouvir pequenos mamíferos debaixo da neve. A coruja-do-ártico faz então um vôo rasante e captura a presa com as garras afiadas. As presas menores, como os lemingues (seus preferidos), coelhos e outras aves, são mortas com um único golpe. Eventualmente a coruja-das-neves também se alimenta de peixes.

 
 
Reprodução:
Esta espécie de coruja é geralmente monogâmica, vivendo muitas vezes os casais juntos durante toda a vida. A corte nupcial começa nos princípios de maio. Em vez de construir um ninho, a fêmea escava um buraco no chão, normalmente um buraco raso. O ciclo de procriação está ligado à dimensão da população de lemingues, a sua principal presa. A fêmea coloca de 5 a 14 ovos que são incubados por cerca de 4-5 semanas. As crias estão aptas a voar cerca de 50 dias depois de eclodirem, aprendendo a caçar logo em seguida. 
 
 
 
 
 

Que tal assistir um curto video sobre esse belo animal?
 
 
 
#Yong

A Coruja Transformer

Publicado: 12 de agosto de 2014 em Sem categoria

31

A camuflagem é a habilidade de estar em um lugar sem ser percebido por ninguém. Essa é uma tática de sobrevivência essencial para quem é pequeno e não tem chance de fugir de um predador. Se o animal se parece com algo que não é comestível, suas chances de sobrevivência aumentam e não é incomum encontrar insetos que se assemelham a folhas, flores, gravetos e até fezes. Mas alguns bichos não tiveram essa sorte e nasceram com cara de fast food do Reino Animal. Uma coruja africana encontrou uma solução interessante para esse problema: a arte da transformação.

O mocho-de-faces-brancas, como é um predador de médio porte, que pode ser caçado por outras aves de rapina. Assim, é importante que ele permaneça camuflado. No entanto sua grande cabeça, dotada de enormes olhos cor de laranja, entregariam sua posição facilmente. O que fazer?

12-517x1024

Quando confrontada com grandes predadores, a coruja alonga sua silhueta – retraindo suas penas junto ao corpo – e fecha os olhos, deixando apenas uma pequena fresta entre as pálpebras para enxergar onde está a ameaça. Quando assume essa postura é extremamente difícil achar o mocho, que mais se parece com a continuação do tronco da árvore em que está pousado.

No caso do confronto ser com um animal com o mesmo porte, a ave aposta em outra tática: o blefe. A coruja levanta as penas e fica parecendo muito maior do que realmente é. Essa mudança instantânea de forma pode assustar seu concorrente, que irá procurar um animal menos intimidador.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

A habilidade de mudar de coruja para galho quebrado para gigante intimidador em segundos lhe rendeu o apelido de coruja transformer e a levou a TV. As táticas utilizadas pelo mocho-de-faces-brancas foram mostradas em um programa japonês, e podem ser vistas no vídeo abaixo:

By: SangHoon

Curiosidades: Bufo-Real

Publicado: 12 de agosto de 2014 em Sem categoria

Bufo real

Entre os maiores caçadores reconhecidos como alados em todo o planeta, deve-se destacar uma espécie de coruja, chamado de bufo-real. Esta ave é um predador de culminância, alimentando-se ferozmente de animais, como, por exemplo, porcos-espinhos, filhotes de javalis, raposas e macacos. Além destes, essa coruja mantém sua alimentação com peixes enormes e também garças. Existem afirmações onde esta espécie já pode ter atacado um lobo.

 

By: Baro.

Curiosidades

Publicado: 12 de agosto de 2014 em Sem categoria

 white_owl-wide

1-As corujas são caçadores eficazes, todos sabem. Em grande parte, isso se deve ao fato delas ouvirem muito bem e serem extremamente silenciosas. As penas de suas asas possuem estruturas que atuam como silenciadores, impedindo que elas sejam detectadas. Além disso várias espécies destas aves possuem ouvidos assimétricos, ou seja, localizados em alturas diferentes na cabeça. Isso permite que elas identifiquem a localização dos sons, se orientando rapidamente.

– No Eul.

 

O que é coruja

Publicado: 12 de agosto de 2014 em Sem categoria

Coruja é a ave soberana da noite. Para muitos povos a coruja significa mistério, inteligência, sabedoria e conhecimento. Ela tem a capacidade de enxergar através da escuridão, conseguindo ver o que os outros não veem.

Enquanto todos dormem a coruja fica acordada, com os olhos arregalados, vigilante e atenta aos barulhos da noite. Por isso, representa para muitas culturas uma poderosa e profunda conhecedora do oculto.

 

Por que a coruja é o símbolo da sabedoria?

Na Mitologia Grega, o símbolo de Athena, a deusa da sabedoria e das estratégias, era uma coruja que, segundo a lenda, lhe revelava os segredos da noite mediante seu poder de clarividência, inspirados pela lua. Athena corresponde a deusa Romana Minerva, deusa das artes e da sabedoria, que também era representada por uma coruja. Assim, devido à sua capacidade de ver à noite, a coruja foi invocada pelos gregos e também por nativos americanos como um oráculo do conhecimento oculto com poder de clarividência. Em outras palavras, quando os homens dormem, as corujas com seus olhos luminosos, arregalados e, sobretudo, sua visão de longo alcance, inspirada pelo luar, desvendam mistérios pois “enxergam o todo”.

Os gregos consideravam a noite o momento propício para o pensamento filosófico. Pela sua característica de animal noturno, era vista pelos gregos como símbolo da busca pelo conhecimento.

O termo “coruja” em grego (Gláuks) significa “brilhante, cintilante”, enquanto no latim (Noctua) representa a “Ave da noite”.

Uma das divindades hindus chamada “Lakshmi”, a deusa da prosperidade e da sabedoria, também é representada por uma coruja.

 

Posted by: Jung Ilhoon